Trabalhando o tema “Corrupção”

Fundo em tons de verde. No canto direito, aparece o Corruptô, um robô com formas humanas, vestindo um paletó amarelo, camisa branca e gravata vermelha. Ao fundo, os personagens da Turma levantam placas em que se lê: Xô Corrupção.

A corrupção está nas altas esferas do poder, mas também em pequenas ações do cotidiano.
Os Parâmetros Curriculares Nacionais para 1ª a 4ª anos do ensino fundamental destacam que as questões éticas permeiam todas as disciplinas. A corrupção é uma questão ética que as crianças ouvem falar na TV, mas que também está em pequenas ações do dia-a-dia, como colar na prova e furar fila. Ao internalizar o conceito, a criança começa a refletir sobre suas próprias atitudes e as de seus amigos.

Público-alvo: alunos de 4º ano do ensino fundamental.

Disciplinas trabalhadas e conexão curricular: língua portuguesa, história/geografia, filosofia.

Objetivo: levar as crianças a refletirem sobre pequenas ações que também revelam atitudes antiéticas que podem ser chamadas de corrupção. Explicar que a corrupção de que ouvimos falar na imprensa é uma parte ampliada dessas pequenas ações.

Etapas: 3 aulas de 40 minutos.

Etapa 1: Distribuir para as crianças a revistinha “Não caia na do Corruptô”. As crianças leem a revistinha e depois debatem sobre as atitudes das crianças (furar fila, colar na prova). Pedir para que pensem em outras ações do dia-a-dia que podem ser consideradas corrupção. Em casa, pesquisar, com os pais, exemplos de corrupção no governo. Trazer matérias de jornais para a próxima aula.

Etapa 2: Os estudantes escrevem um resumo da matéria que trouxeram de casa sobre corrupção. Depois, leem a reportagem do Plenarinho “Xô, corrupção”. Respondem a perguntas de interpretação de texto.

Etapa 3: aula de filosofia: Discussão sobre os vários tipos de corrupção: as que acontecem no dia-a-dia, e as que elas veem na TV, com agentes públicos sendo acusados de atos corruptos. Depois, as crianças fazem desenhos sobre o assunto.

Tempo de execução: 3 aulas de 40 minutos.

Material necessário: Revistinha do Plenarinho “Não caia na do Corruptô”, que pode ser enviada mediante pedido. Computador com acesso à internet OU página impressa pelo professor da reportagem do Plenarinho “Xô, Corrupção“.

Reprodução autorizada desde que contenha a assinatura "plenarinho.leg.br - Câmara dos Deputados" e não seja para fins político-partidários

2 Comentário(s)

  • by Roseli Aparecida Mantovani postado 26/07/2020 23:30

    Amei o plenarinho, pena que a maioria não tem conhecimento da sua existência é uma pena que as revistinhas e até mesmo o sait poucos conhece, algo de tamanha importância todos sem ecessão deveria tomar conhecimento em todas as escolas do país, pois aqui onde moro nunca ouvi alguém comentar da sua existência isso é muito triste, pois é uma ferramenta muito preciosa, mas antes tarde que nunca.è maravilhoso amei vou compartilhar com todos que eu puder obrigada.

    • by Turma do Plenarinho postado 27/07/2020 09:36

      Muito obrigado por seu carinho, Roseli! Contamos com vocês, professoras e professores, para multiplicar esse conhecimento! Abraços da Turma!

Comente!

Seu endereço de email não vai ser publicado. Campos marcados com * são exigidos