Trabalhando o tema “Corrupção”

Fundo em tons de verde. No canto direito, aparece o Corruptô, um robô com formas humanas, vestindo um paletó amarelo, camisa branca e gravata vermelha. Ao fundo, os personagens da Turma levantam placas em que se lê: Xô Corrupção.

A corrupção está nas altas esferas do poder, mas também em pequenas ações do cotidiano.
Os Parâmetros Curriculares Nacionais para 1ª a 4ª anos do ensino fundamental destacam que as questões éticas permeiam todas as disciplinas. A corrupção é uma questão ética que as crianças ouvem falar na TV, mas que também está em pequenas ações do dia-a-dia, como colar na prova e furar fila. Ao internalizar o conceito, a criança começa a refletir sobre suas próprias atitudes e as de seus amigos.

Público-alvo: alunos de 4º ano do ensino fundamental.

Disciplinas trabalhadas e conexão curricular: língua portuguesa, história/geografia, filosofia.

Objetivo: levar as crianças a refletirem sobre pequenas ações que também revelam atitudes antiéticas que podem ser chamadas de corrupção. Explicar que a corrupção de que ouvimos falar na imprensa é uma parte ampliada dessas pequenas ações.

Etapas: 3 aulas de 40 minutos.

Etapa 1: Distribuir para as crianças a revistinha “Não caia na do Corruptô”. As crianças leem a revistinha e depois debatem sobre as atitudes das crianças (furar fila, colar na prova). Pedir para que pensem em outras ações do dia-a-dia que podem ser consideradas corrupção. Em casa, pesquisar, com os pais, exemplos de corrupção no governo. Trazer matérias de jornais para a próxima aula.

Etapa 2: Os estudantes escrevem um resumo da matéria que trouxeram de casa sobre corrupção. Depois, leem a reportagem do Plenarinho “Xô, corrupção”. Respondem a perguntas de interpretação de texto.

Etapa 3: aula de filosofia: Discussão sobre os vários tipos de corrupção: as que acontecem no dia-a-dia, e as que elas veem na TV, com agentes públicos sendo acusados de atos corruptos. Depois, as crianças fazem desenhos sobre o assunto.

Tempo de execução: 3 aulas de 40 minutos.

Material necessário: Revistinha do Plenarinho “Não caia na do Corruptô”, que pode ser enviada mediante pedido. Computador com acesso à internet OU página impressa pelo professor da reportagem do Plenarinho “Xô, Corrupção“.

Reprodução autorizada desde que contenha a assinatura "plenarinho.leg.br - Câmara dos Deputados" e não seja para fins político-partidários

Comente!

Seu endereço de email não vai ser publicado. Campos marcados com * são exigidos