Ingrid Soto preocupa-se com refugiados

Ilustração. O fundo é verde e flores em verde mais escuro e miolo laranja se espalham de um lado a outro da imagem. No centro, sentada em um banco bege com pernas marrons está uma menina de ele clara e cabelos escuros, lisos e repartidos no meio. Ela sorri e usa óculos de armação preta. Ela veste camiseta rosa por cima de outra branca de manga comprida. Está com uma calça azul e tênis rosa com detalhes brancos. Tem uma das pernas cruzadas sobre a outra e apoia as duas mãos em um dos joelhos.

Desde os 9 anos, Ingrid luta pela paz mundial e ajuda crianças refugiadas no Brasil.

Ingrid Soto começou a se incomodar com a situação dos refugiados muito cedo. Aos 9 anos, escreveu a primeira música pacifista. Aos 10, enviou uma carta para a Organização das Nações Unidas querendo ajudar aqueles que precisam fugir de sua terra natal. “Como podemos ficar inertes perante a estas notícias? Eu não podia ficar sem fazer algo diante desta realidade”, contou a jovem, que mora em Valinhos (SP) e começou a cursar Filosofia.

Em 2013, ela fez sua primeira campanha de arrecadação de brinquedos com o apoio do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR/ONU). No ano seguinte, de forma independente, organizou tudo. E, em 2015, foi a brasileira escolhida para receber a Mochila Viajante da ACNUR, uma campanha que tem o objetivo de reunir doações para as crianças que moram em campos de refugiados no Norte da África e para as que chegam no Brasil. Em duas semanas arrecadou mais de 10 mil brinquedos! “É muito gratificante e emocionante ver o sorriso das crianças que doam e das crianças que recebem estes brinquedos e livros, é a realização de um sonho”, descreveu Ingrid.

Desde então, a jovem cantora pacifista, como se define, organiza campanhas para arrecadar doações para crianças imigrantes e refugiadas. A jovem ativista deixou um recado para todas as crianças que têm sonhos e querem um lugar melhor para se viver. “Acreditem! Podemos unir nossa geração e mudar o mundo! Tenha certeza que para realizar seus sonhos, você encontrará várias barreiras, mas com sabedoria e paciência saberá ultrapassá-las e assim aprenderá a dar mais valor a seus sonhos, e ir até o fim”.

Reprodução autorizada desde que contenha a assinatura "plenarinho.leg.br - Câmara dos Deputados" e não seja para fins político-partidários

Comente!

Seu endereço de email não vai ser publicado. Campos marcados com * são exigidos