Vamos ao teatro?

Você já foi ao teatro? Gosta do clima? Dos atores? Do figurino? No dia 19 de setembro, comemora-se o Dia do Teatro no Brasil. Vamos saber mais sobre essa arte?

Por aqui, a história do teatro começou no século XVI, quando nos tornamos colônia de Portugal. Os Jesuítas teriam sido os responsáveis pela introdução desta arte no país. Eles usavam as peças como instrumentos educativos para difundir a fé católica entre os índios. E foi assim durante muito tempo.

Em 1808, com a chegada da Família Real,  o teatro ganhou força. Mas foi por volta de 1840, com o movimento do Romantismo, que uma tradição dramatúrgica nacional se concretizou. A comédia de costumes, de quem o principal representante foi Martins Pena, retratava o país, seus costumes, modismos e suas peculiaridades.

As mulheres no teatro nacional

Apesar de haver poucos estudos sobre a participação feminina neste campo da literatura, a pesquisadora Valéria Souto-Maior conseguiu identificar mais de 30 autoras cuja produção textual aconteceu entre os séculos XVIII, XIX e início do XX. Entre elas, podemos mencionar Maria Angélica Ribeiro (1829-1880), considerada a primeira dramaturga do Brasil e Josefina Alves de Azevedo (1883-1902). Ambas usaram o palco para reivindicar condições sociais e políticas mais justas e igualitárias para as mulheres.

Teatro no século XXI

Se até o início do século XX, eram as questões femininas que, muitas vezes, estavam em pauta, neste século, a acessibilidade é um tema importantíssimo. Em 2017, foi aprovada uma lei que determinou o dia 19 de setembro como o Dia Nacional do Teatro Acessível. Sabe o que é isso? É democratizar os teatros e as peças teatrais para pessoas com deficiência. De acordo com a lei, todos vão poder se divertir, tendo como apoio visitas guiadas ao cenário, intérpretes de Libras, fones para audiodescrição e legendas eletrônicas.

Viva o teatro!

Reprodução autorizada desde que contenha a assinatura "plenarinho.leg.br - Câmara dos Deputados" e não seja para fins político-partidários

Comente!

Seu endereço de email não vai ser publicado. Campos marcados com * são exigidos