Câmara lança dicionário de termos políticos-legislativos em Libras

Ilustração. Fundo azul com várias mãos representando sinais em Libras. Ao centro da imagem há um garoto negro, com cabelo preto, vestido com uma camiseta laranja sobre uma blusa de manga longa vermelha e uma calça preta. O garoto faz sinais na Língua Brasileira de Sinais.

Você já viu alguém na rua se comunicar por meio de gestos? Através de Libras, a Língua Brasileira de Sinais, as pessoas com dificuldade de audição podem se comunicar com o mundo. Para estreitar ainda mais os laços entre a acessibilidade e o mundo da política, a Câmara dos Deputados disponibilizou em seu portal O Dicionário de Termos Político-Legislativos em Libras.

São mais de 1.200 gestos na Língua Brasileira de Sinais.

O objetivo é que as pessoas surdas e os intérpretes de sinais possam ter acesso sobre o Legislativo, o andamento da instituição e ação dos deputados.

Palavras em gestos

De uma forma dinâmica, participativa e divertida, as palavras têm os seus conceitos e respectivamente os sinais em Libras, exibidos por meio de animação.

Para o dicionário, os gestos foram realizados pelos intérpretes humanos, depois colocados em vídeos e digitalizados por um avatar tridimensional (figura virtual semelhante fisicamente a um ser humano).

Dicionário interativo

Para buscar as palavras no dicionário é muito fácil, basta procurar ou digitar o termo desejado, depois aparecerá o conceito e o sinal correspondente em Libras. O resultado é a interpretação de várias palavras por meio de um boneco.

Os termos foram escolhidos de acordo com as palavras que são mais usadas. Elas vão de palavras utilizadas em sessões plenárias, em comissões, de textos publicados nos portais da Câmara e também de glossários de outros órgãos que prestam serviços públicos até alguns termos coloquiais como gírias e neologismos.

Acesse aqui o dicionário de Termos Político-Legislativos em Libras.


 

Reprodução autorizada desde que contenha a assinatura "plenarinho.leg.br - Câmara dos Deputados" e não seja para fins político-partidários

Comente!

Seu endereço de email não vai ser publicado. Campos marcados com * são exigidos