Reciclar é arte, aprender faz parte!


Nome: Maria Eduarda Gadoni Fonseca
Cidade: Contagem
Tema: Meio ambiente
Conteúdo: Minha lei propõe a reciclagem obrigatória, com o cumprimento de toda sociedade, para isso, será necessário a conscientização da população e dos órgãos públicos e privados. O cumprimento deverá ser para todos.
A responsabilidade da fiscalização ficará com a união dos órgãos públicos e privados, onde cada secretaria atenda seu bairro, facilitando e garantindo uma fiscalização assertiva.
Além da conscientização de toda população com campanhas e orientações, serão ofertadas pontes de apoio com recursos (lixeiras coletoras apropriadas e locais para o destino da separação do lixo), espalhadas nesses pontos de apoio, como escolas, comércios, indústrias e Ongs. Os caminhões coletores irão recolher os materiais separados com dias específicos. Para garantir o cumprimento, vamos beneficiar a população com trocas dos materiais, as empresas, juntamente com as Ongs entram no processo, produzindo produtos com os materiais recicláveis, devolvendo para os cidadãos por preço bem acessível, por exemplo sabão na troca pelo óleo de cozinha; adubo e verduras, na troca do material orgânico; criar locais para confeccionar artesanatos com os produtos recicláveis, como papel, vidros, plástico, metal; entre outros produtos que podem ser reaproveitados. No caso dos produtos químicos, a fiscalização deverá ser mais severa, com punição e multa para o descarte indevido.
Para conseguir os recursos humanos, será necessário a mobilização de todos os órgãos, as prefeituras, juntamente com as escolas, indústrias, comércios, Ongs e população, através da conscientização e dever de todos. Os recursos financeiros serão gerados com os próprios materiais de recolhimento, mantendo o projeto com a venda desses produtos produzidos; as próprias indústrias serão beneficiadas, recebendo os materiais já prontos para reutilização. A prefeitura já tem o custo com a limpeza pública, basta apenas organizar os dias para as coletas específicas, contando com o apoio de todos. Os recursos naturais agradecem, serão beneficiados com o projeto. Os recursos materiais necessários são mínimos, os caminhões já existem, basta uma adaptação, os coletores são baratos e poderão ser estudados pelas universidades, gerando coletores baratos e biodegradáveis.
A educação ambiental deverá ter um espaço específico e integrado, não podendo ser reduzida a uma disciplina escolar. Deverá ser responsabilidade de toda a escola e fazer parte do currículo escolar, envolvendo a comunidade, estruturando e organizando para o desenvolvimento de pesquisas, onde os recursos próprios e tecnologia adequada, consigam reduzir os problemas ambientais.
Justificativa: A conscientização sobre uma emergência no cuidado com a nossa natureza é fundamental, Sem o trabalho em conjunto da sociedade não vamos garantir o desenvolvimento sustentável, que é o desenvolvimento capaz de suprir as necessidades da geração atual, sem comprometer a capacidade de atender as necessidades das futuras gerações. É o desenvolvimento que não esgota os recursos para o futuro. Precisamos sair do discurso e partir para a pratica com urgência!