Criação da Lei Romeo Mion 

A Lei 13.977, de 2020, de autoria da deputada Rejane Dias (PT-PI), que dá direito a carteira de identificação exclusiva a pessoas com Transtorno do Espectro Autista (TEA), foi sancionada pelo Presidente da República no dia 8 de janeiro de 2020. A carteira é válida em todo o território brasileiro e será oferecida gratuitamente.

“A política é de suma importância para garantir melhores condições de vida para as crianças do Brasil. Sei bem dos desafios como mãe que sente na pele o que é ter um filho com autismo. Sei o quanto ainda precisamos avançar, o tanto que precisamos melhorar do ponto de vista das políticas públicas”, afirmou Rejane.

Lei Romeo Mion

A Lei recebeu esse nome em homenagem ao filho mais velho do apresentador de televisão Marcos Mion. Romeo, de 14 anos, tem Transtorno do Espectro Autista. O apresentador sempre apoiou a causa e usa as redes sociais para compartilhar a vida de uma família que tem, entre seus membros, uma pessoa com autismo.

Para Mion, a conquista foi muito importante porque dará maior visibilidade e facilitará a aceitação das pessoas com autismo pela sociedade.

O que é autismo?

O autismo é um transtorno global do desenvolvimento caracterizado por importantes alterações no comportamento da criança. Os sintomas mais comuns são dificuldade de se relacionar com as pessoas, de falar, de olhar nos olhos e de demonstrar emoções.

Reprodução autorizada desde que contenha a assinatura "plenarinho.leg.br - Câmara dos Deputados" e não seja para fins político-partidários

2 Comentário(s)

Comente!

Seu endereço de email não vai ser publicado. Campos marcados com * são exigidos