Quino, o ‘pai’ da Mafalda

O cartunista argentino Joaquin Salvador Lavado, o Quino, foi o criador da personagem Mafalda, uma menininha questionadora, que amava os Beatles e odiava sopa, guerras e desigualdades sociais.

Nascido em 17 de julho de 1932, em Mendoza, na Argentina, Quino era filho de imigrantes espanhóis. Desde criança, sempre gostou de desenhar.

A carreira de Quino começou em 1950, desenhando para publicidade e colaborando com algumas páginas de humor. Ele publicou sua primeira tirinha aos 22 anos e o primeiro livro, “Mundo Quino”, aos 31.

Sua personagem mais famosa, Mafalda, foi concebida em 1963, em tirinhas que ilustravam uma campanha publicitária que nunca foi ao ar, mas que a revista Primera Plana aceitou publicar. Foi um grande sucesso!

A menina de seis anos filosofava sobre a vida, questionava a situação política de seu país, criticava as guerras e se opunha às injustiças. E, claro, como toda criança da sua idade, brincava muito com seus amiguinhos (muitos deles, inspirados em amigos de infância do próprio Quino).

Pelo teor crítico de suas tirinhas, Quino nunca considerou Mafalda um personagem infantil. Mas a pequena argentina conquistou e conquista até hoje leitores de todas as idades! Suas histórias foram traduzidas para mais de 35 idiomas, sendo comparadas com as tirinhas da Turma do Snoopy e da Turma da Mônica, em popularidade.

Pelo conjunto de sua obra – e, claro, pelas tirinhas de sua personagem mais famosa – Quino recebeu muitas premiações importantes, como o Prêmio Príncipe de Astúrias de Comunicação e Humanidades e a Medalha da Ordem e Letras da França.

Quino faleceu no dia 30 de setembro de 2020, aos 88 anos, deixando personagens memoráveis e muita saudade!

Reprodução autorizada desde que contenha a assinatura "plenarinho.leg.br - Câmara dos Deputados" e não seja para fins político-partidários

Comente!

Seu endereço de email não vai ser publicado. Campos marcados com * são exigidos