Protocolo de biossegurança em transportes públicos vai a plenário

Ilustração. A parte de cima da imagem está dividida em 10 quadrados, cada um com uma criança em frente a um computador. A parte de baixo da imagem está dividida em 2 retângulos. No retângulo da esquerda, está um menino de cabelos curtos, castanhos e lisos e rosto arredondado em frente a um computador, com a mão no mouse. No retângulo da direita, a imagem de uma rua com 3 ônibus, um atrás do outro.

A adoção de protocolos de biossegurança em ônibus, carros de motoristas por aplicativo e outros veículos públicos foi aprovada em comissão, nesta quinta-feira, (20/10) pelos  parlamentares mirins que participam da edição 2021 do Câmara Mirim. Proposto por Vítor Augusto Fonseca Azevedo da Silva, do Colégio Marista de Goiânia/GO, o projeto de lei gerou muita discussão entre estudantes do Colégio Sagrado Coração de Maria de Mossoró/RN, da Câmara Mirim de Guaramirim/SC e da Câmara Mirim de Joinville/SC.

O PL prevê medidas para evitar a disseminação de doenças contagiosas. “A Covid-19 pegou nossa população desprevenida, o que causou um problema mundial e muitas mortes. Para evitar que essa situação se repita, a presente lei se faz necessária”, justificou o autor.

Em um intenso debate, os deputados e deputadas mirins sugeriram mudanças no texto. Entre elas, a previsão de fiscalização e multa em caso de descumprimento das exigências, como o uso de máscaras e higienização com álcool 70% no momento do embarque. “Acho a multa necessária para pressionar as empresas a realmente implementarem os protocolos”, opinou o deputado mirim César Krezanouski, da Câmara Mirim de Joinville/SC.

Diversidade de questões

Os estudantes estavam atentos aos mais diferentes aspectos envolvidos na proposta: a possibilidade de haver demora no embarque devido às novas medidas, a fonte de recursos para sua implementação, a necessidade de se proteger os motoristas e o prazo para a vigência da lei, entre outros pontos.

Como o projeto de Vítor recebeu emendas, será enviado a plenário um substitutivo ao texto original. A votação dele, e dos outros dois substitutivos aprovados ontem, ocorrerá nesta sexta-feira, a partir das 9h, no plenário virtual da Câmara dos Deputados. A transmissão será pelo canal da Câmara dos Deputados (https://www.youtube.com/c/C%C3%A2maradosDeputadosoficial/featured) no YouTube.

Reprodução autorizada desde que contenha a assinatura "plenarinho.leg.br - Câmara dos Deputados" e não seja para fins político-partidários

Comente!

Seu endereço de email não vai ser publicado. Campos marcados com * são exigidos