A cidadania além das urnas

Votar é uma das formas mais importantes de exercer a cidadania – e uma das mais lembradas, principalmente em ano de eleições! Não é à toa: ao escolher representantes, cidadãs e cidadãos revelam os assuntos que os preocupam e os temas que consideram importantes.

Mas a cidadania pode ser uma prática diária! Vem com a gente saber como incorporar a atitude cidadã na sua vida!

  • Depois de votar, tem que acompanhar! – fique de olho no trabalho de quem foi eleito. Veja se as promessas de campanha estão sendo cumpridas.
  • Observe, questione, proponha! – Como está a sua comunidade? O que precisa ser melhorado? O que está ao seu alcance fazer? Se não está ao seu alcance, está ao alcance de quem? Se depender das pessoas ao seu redor, como mobilizá-las? Se a solução estiver nas mãos do poder público, como se organizar com mais gente para levar essa demanda adiante?
  • Fiscalize os gastos! – Sabia que dá para acompanhar os gastos públicos pela internet? Nos portais da transparência, é possível conferir quanto a prefeitura e a câmara de vereadores arrecadam, quanto e como gastam, o que pretendem comprar e de quem. É só buscar “portal da transparência” e o nome do município.
  • Participe! – reunião da escola, de condomínio, da associação dos moradores… tudo isso pode até parecer meio chato. Mas chato, mesmo, é viver uma situação com a qual você não concorda porque abriu mão de participar. Então, já sabe: quer que a sua opinião seja levada em conta? Vá até os espaços de debate e faça-se ouvir!
  • Consuma com consciência! – Até as suas escolhas na hora das compras são uma forma de dizer o que você pensa. Quando você dá preferência a pequenos produtores, a empresas que não poluem e não empregam mão-de-obra em condições degradantes, você dá um recado muito claro ao mercado.
  • Viu irregularidades? Denuncie! – Várias instituições acolhem pedidos e denúncias dos cidadãos. O Ministério Público, o Tribunal de Contas e as Ouvidorias Públicas estão abertos para ouvir você. E se o pedido for feito por um grupo organizado, como uma associação, melhor ainda!
  • Divulgue informações confiáveis e combata as fake news! – Essa nem precisa explicar, né? (mas, se precisar, a gente tem um texto especial sobre o tema!).

Como falar com os vereadores

Junte-se com mais pessoas e organize um grupo com demandas bem definidas. Feito isso, entre em contato com a Câmara de Vereadores e marque uma visita.

Se quiser entrar em contato com um vereador ou vereadora específicos, entre em contato com o gabinete e marque uma reunião. É dever do vereador ouvir o povo. E acredite: para ele, ouvir diretamente o que você tem a dizer não tem preço.

Reprodução autorizada desde que contenha a assinatura "plenarinho.leg.br - Câmara dos Deputados" e não seja para fins político-partidários

1 Comentário

  • by Ernani Lima postado 02/07/2024 13:11

    Fenomenal

Comente!

Seu endereço de email não vai ser publicado. Campos marcados com * são exigidos