Fake News: como identificar notícias falsas na rede

Quem nunca recebeu uma informação pelas redes sociais, compartilhou com seus contatos e depois descobriu que era falsa? Provavelmente, todo mundo! O problema é que este tipo de ação descuidada pode trazer graves consequências para quem a pratica ou para os outros. Já houve até casos de pessoas que foram assassinadas no meio da rua por causa de uma mentira compartilhada!

Preocupada com os resultados negativos das notícias falsas (fake news, em inglês), a Turma do Plenarinho quer te convidar para pensar um pouco antes de agir. Que tal gastar um tempo maior pesquisando para checar se aquelas histórias que aparecem na sua timeline são verdadeiras ou não? Com a rapidez com que as notícias correm o mundo hoje em dia, por causa da Internet, é muito fácil espalhar uma mentira e, em poucos segundos, arrasar a vida de uma pessoa ou de uma empresa. E o pior, é que mesmo que haja um pedido de desculpas, raramente vai-se apagar o estrago já feito. Por isso é importante demais ficar ligado em tudo o que se lê para não cair nessa.

Como reconhecer uma notícia mentirosa (fake news)?

Existem alguns passos a serem seguidos e que podem ajudar:

1 – Verificar e a veracidade (se é confiável, verdadeiro) do site original. Existem vários perfis no Youtube e sites especializados em espalhar notícias falsas. Eles são criados com um layout sério para enganar o usuário. Uma boa dica é ficar atento aos erros de português cometidos nos textos da notícia, do site e até mesmo do vídeo.

2 – Ler a matéria completa antes de compartilhar pode evitar enganos. Muitas vezes, basta uma frase de impacto e as pessoas já saem enviando posts pra todos os lados sem nem conferir se aquilo que está escrito é aquilo mesmo. É importante ler até o fim.

3 –Pesquisar a mesma notícia em diferentes fontes de informação. Muitas vezes, uma visita ao Google já pode ser a salvação para este tipo de erro. De modo geral, quando uma notícia é mentirosa, muitos sites já estão comentando o assunto.

4 – Conferir alguns sites que desmentem notícias falsas espalhadas pela internet. Sugerimos os sites E-FarsasBoatos e FakeouNews.

5 – Na dúvida, NÃO COMPARTILHE!

Aprenda a identificar fake news

Fake News em eleições

Em épocas de eleição, é muito importante ficar ligado nas notícias falsas. O Tribunal Superior Eleitoral está preocupado com isso, pois essas mentiras compartilhadas podem influenciar e até mesmo mudar as tendências de um resultado eleitoral. Então, todo cuidado é pouco! Não acredite em tudo o que você vê na rede e nem envie para os outros aquilo que não tenha certeza que seja verdadeiro.

Educação em Mídia

Existem vários especialistas que defendem a importância de se ensinar a avaliar propagandas e notícias que chegam pela internet, o que diminuiria a divulgação das notícias mentirosas. Enquanto isso não acontece, alguns pesquisadores e jornalistas têm se dedicando a conscientizar as pessoas a terem uma postura responsável diante da rede. Para a professora da Faculdade de Comunicação e Mídia da Universidade de Rhode Island (Estados Unidos), Renee Hobbs, a alfabetização midiática dos cidadãos é fundamental. “Ser um cidadão exige prática”, diz Renee.

Confira abaixo um vídeo destacando a importância da responsabilidade ao compartilhar (ou não) uma notícia.

A Vez do Plenarinho

No programa de Rádio A Vez do Plenarinho, nossa turma mostra que as “fake news” podem ser perigosas para qualquer um.

Roteiro:

CRIANÇA 1 – Muleque! Você viu essa notícia aqui? Alguém anda envenenando os cachorros da vizinhança! De propósito! Já morreram mais de 20.

CRIANÇA2 – Quem te mandou essa notícia?

CRIANÇA 1 – Ué, já vi esse post um monte de vezes e também recebi no meu celular. Vou compartilhar.

CRIANÇA 2 – Ai, ai… A gente tem que ter cuidado ao repassar essas notícias. Receber um monte de vezes não faz da notícia uma verdade. Pode ser falsa. Já ouviu falar de fake News?

CRIANÇA 1 – Já sim. Mas se todo mundo tá mandando, deve ser verdadeira. Olha, acabaram de mandar uma foto do suspeito…. (voz de susto). Peraí!!! A foto é minha!!!!

CRIANÇA 2 – Eu não disse?

LOC: Nesses tempos de redes sociais, todo cuidado é pouco. Tem muita gente que sai compartilhando tudo o que recebe, sem antes verificar se a noticia é verdadeira. E uma mentira compartilhada na rede ganha rapidamente grandes proporções. Por isso, pense, investigue, apure qualquer coisa antes de compartilhar.

Reprodução autorizada desde que contenha a assinatura "plenarinho.leg.br - Câmara dos Deputados" e não seja para fins político-partidários

Comente!

Seu endereço de email não vai ser publicado. Campos marcados com * são exigidos