Isabela Todabela

Ilustração. Ao fundo, a parede de uma casa, com alguns tijolos à mostra e duas janela. Uma delas está aberta e uma mulher loira, de camisa vermelha olha pra rua. Ao centro, Isabela Todabela, uma menina de 11 anos, cabelos negros, saia azul, camiseta amarela e mochila lilás, acena para a moça da janela. Atrás de Isabela, a sombra de um home parece persegui-la.

Conheça Isabela Todabela, uma menina que conseguiu se livrar de uma situação de abuso sexual. Você também vai aprender que os vilões do abuso sexual podem ser pessoas muito próximas, como vizinhos e parentes.
Assista, abaixo, à versão simples e à versão com Linguagem Brasileira de Sinais (Libras). Ao final, também é possível ler o roteiro.

 

Animação com libras

 

Roteiro

Isabela Todabela – aprenda a identificar o abuso sexual
Isabela Todabela era uma menina linda. Aonde chegava era elogiada por sua formosura, simpatia e bom comportamento. Fazia amigos rapidinho. Adorava conversar, inclusive com adultos.
O vizinho Rodolfo era o mais velho e também adorava conversar com Isabela. Às vezes, eles passavam horas falando sobre o dia da menina, os estudos e sobre a rotina da casa dela.
Na mesa de jantar, com a família reunida, Isabela conta a seus pais que o vizinho Rodolfo a convidou para passar o fim de semana com a família dele num sítio.
– Deixa, pai! Deixa, mãe. Por favooooor!!!!!!!! Deixa eu passear com o tio Rodolfo!
– Tudo bem, filha. Eu vou trabalhar, e sua mãe ficará cuidando do João. Acho que não tem problema. O Rodolfo é conhecido da família.
No passeio, Isabela achou estranho porque não havia ninguém além dela e do tio Rodolfo.
Ele não parava de tocar no rosto dela e querer abraçá-la. O tio Rodolfo puxa a Isabela pelo braço e fala que vai ensiná-la uma nova brincadeira. A menina não gosta da ideia e o homem acaba ficando bravo.
– O que eu faço agora?!?! – pensa Isabela, assustada.
Locutor: Peça ajuda, Isabela! Você não tira o celular do bolso, lembra? Ligue pra sua mãe, conte tudo o que aconteceu e peça para ela ligar para polícia.
A polícia chega e prende o tio Rodolfo. Graças às conversas com sua mãe e as orientações que recebeu, Isabela escapou de uma fria daquelas. O tio Rodolfo tentou abusar sexualmente de Isabela, uma criança. Esse é um crime grave. A pena para quem faz isso é de seis a dez anos de prisão. O número de crianças e adolescentes que sofrem ou sofreram abuso sexual tem crescido no Brasil. E o pior, as crianças são cada vez mais novas.
Um estudo do Unicef revela 49% das crianças que sofrem esse tipo de violência dentro de casa têm entre dois e cinco anos. De cada dez casos registrados, em oito o abusador é conhecido da criança. Essa pessoa, na maioria das vezes, é alguém de que ela gosta e em quem confia. Quase sempre o agressor convence a criança a fazer o que ele quer com recompensas ou ameaças.
Desconfie! Qualquer comportamento suspeito deve ser conversado com um adulto de sua confiança. Pode ser pai, a mãe, um professor ou até um amigo. A polícia também pode ajudar. Não tenha medo nem vergonha de falar sobre o assunto!

Reprodução autorizada desde que contenha a assinatura "plenarinho.leg.br - Câmara dos Deputados" e não seja para fins político-partidários

Comente!

Seu endereço de email não vai ser publicado. Campos marcados com * são exigidos