Ânimo renovado depois do Câmara Mirim

Ilustração. O fundo é uma sala de aula. Na frente, aparecem 5 pessoas e todas usam jaleco branco e máscara que cobre a boca e o nariz. Da esquerda para a direita: uma mulher de cabelos loiros presos em um rabo de cavalo tem os braços levantados para cima em comemoração e um dos olhos fechados. Do lado dela, um homem de óculos de grau e barba também levanta os dois braços. No centro, uma mulher de cabelos curtos e loiros, olhos azuis e óculos de armação redonda segura uma placa onde se lê O QUE APRENDEMOS NO CÂMARA MIRIM. Do lado dela, uma mulher negra de cabelos cacheados está com os braços levantados , punhos cerrados e olhos fechados. Do lado dela, um homem alto, magro, de cabelos escuros com laterais grisalhos bate palma;

Inscrever uma turma para participar do Câmara Mirim é mais um desafio, dentre tantos que marcam a vida dos educadores. Providenciar documentação, checar informações, analisar em grupo os projetos selecionados, elaborar emendas, garantir uma boa conexão de internet… São muitos detalhes e prazos a seguir. Mas nada disso diminui a garra desses parceiros fundamentais. Na verdade, a experiência serve de combustível na trilha por uma educação que fortaleça os valores democráticos e cidadãos.

“Foi uma experiência linda! Especialmente para nós, educadores, que pensamos tanto na formação integral dessa meninada, saber que eles não aprendem apenas como é a atividade parlamentar, mas evoluem como pessoas, por conta de todo o processo de fala e de escuta. Eles também percebem que a política não é algo que está longe, lá em Brasília, é algo que acontece todo dia, está no transporte público, na UBS da cidade deles”, enumera Marília Navarqui, do Claretiano Colégio de Rio Claro (SP).

Orgulhosa por ver a aprovação unânime de um projeto da Câmara Mirim de Joinville (SC), Juliana Filippe destacou a emoção despertada durante os três dias de evento. “Lágrimas rolaram por aqui. Tanto lágrimas de alegria, quanto lágrimas de esperança. Enquanto educadora é muito gratificante participar desse momento e ver jovens de várias partes do nosso país discutindo – e discutindo de forma tão sábia – assuntos que são realmente relevantes para nossa sociedade”, elogia Juliana.

Imprevistos e mobilização

“É um projeto extremamente motivador e inspirador pra gente e também para os alunos. A gente vê a empolgação, o envolvimento, a dinâmica que eles assumem, o comprometimento com os projetos. Neste ano, tivemos uma situação inusitada: estávamos todos preparados para entrar, mas a internet não funcionou, deu muita aflição. Mas a compreensão da equipe do Câmara Mirim e o envolvimento dos técnicos que nos ajudaram garantiram o sucesso da nossa tarde. Conseguimos discutir e participar ativamente”, relata Andreilson de Castro, do Colégio Sagrado Coração de Maria, de Mossoró (RN). Mesmo com o susto, ele garante que volta com suas turmas no próximo ano, seja de forma presencial, remota ou híbrida.

O professor Mardony Martins, da Escola Cidadã de Ibirité (MG), participa do projeto desde 2019 e ressalta que o projeto mobiliza toda a comunidade. “Os alunos gostam muito, porque os leva a questionar, criar leis que podem ser discutidas no nosso dia a dia e que podem ser aprovadas. O projeto movimentou a cidade inteira, neste ano tivemos mais de sete escolas participando. Esperamos que ano que vem seja presencial”.

Processo pedagógico

O que mais chamou a atenção do professor Arthur Delmonego, da Câmara Mirim de Guaramirim (SC), foi a possibilidade de aprendizagem inclusive nos momentos de divergência, como na rejeição de um dos textos em plenário. “Mesmo com um projeto não aprovado, o objetivo do debate foi atingido, da discussão de ideias. Eu acho que foi muito positivo”, avalia o educador, que participa do evento pela terceira vez, e também já planeja se inscrever em 2022.

Veterano no Câmara Mirim, o coordenador da Câmara Mirim de Jaraguá do Sul (SC), Joel Corrêa, resumiu o sentimento de renovação provocado pelo programa. “Sou um educador que acredita muito que a educação para a cidadania vai fazer a diferença. É muito bom ver o brilho no olhar de todos que fazem parte da família Plenarinho: nós, que somos os educadores parceiros, a equipe do Plenarinho, que planeja as atividades para que aconteçam da melhor forma possível. Sabemos que todos têm esse brilho especial da educação para a cidadania”, afirma o catarinense. Joel comemora também os 10 anos do programa municipal que coordena, e é um dos nossos mais antigos parceiros.

Vida longa ao Programa Vereador Mirim de Jaraguá do Sul e a todos os projetos de educação para cidadania! E, mais uma vez, obrigada pela companhia na caminhada, educadores parceiros!

Reprodução autorizada desde que contenha a assinatura "plenarinho.leg.br - Câmara dos Deputados" e não seja para fins político-partidários

3 Comentário(s)

  • by Marília postado 27/10/2021 19:20

    Que orgulho fazer parte desse projeto maravilhoso! E que presente ver nossos estudantes envolvidos, engajados e assumindo uma postura crítica e consciente. Parabéns, Equipe!

    • by Turma do Plenarinho postado 27/10/2021 19:45

      Que inspiração tê-la com a gente, Marília! Amamos você! Abraços da Turma!

      • by Marília postado 19/11/2021 17:55

        Ahhhh, inspiradoras e inspiradores são vocês que, com tanto esmero, contribuem lindamente para que a democracia seja a bandeira da nossa educação.
        Somos apaixonados pelo Câmara Mirim e pela Turminha!

Comente!

Seu endereço de email não vai ser publicado. Campos marcados com * são exigidos